UE deve retomar importação de mel do Brasil

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, informou hoje que a União Européia vai voltar a importar mel do Brasil. As vendas estavam suspensas desde 2006, porque as autoridades do bloco apontaram falhas no sistema de controle de resíduos do produto brasileiro.Segundo Kroetz, as vendas serão retomadas no curto prazo. Ele lembrou que a decisão precisa ser publicada no Diário Oficial da União Européia, o que deve levar alguns dias. Nesse meio tempo, os técnicos do Ministério da Agricultura farão visitas às indústrias para verificar se os procedimentos internos nas fábricas correspondem às exigências do bloco. "Como ficamos dois anos sem exportar, é preciso atualizar os procedimentos", disse ele.O secretário reuniu-se na tarde de hoje com dois técnicos da União Européia que chegaram ao Brasil no começo da semana passada, para avaliar o sistema de controle de resíduos adotado pelo governo brasileiro. Eles já visitaram laboratórios oficiais e credenciados, revendas de produtos agropecuários e serviços locais de inspeções. Segundo o secretário, os técnicos disseram que houve avanço no sistema de avaliação e controle, principalmente em relação aos laboratórios. O embargo europeu ocorreu em março de 2006, após missão que visitou o Brasil em 2005 ter constatado que os procedimentos adotados não eram equivalentes aos exigidos pelo bloco. Em 2005, as vendas de mel para a União Européia renderam US$ 15 milhões e no ano passado as exportadores totais, para outros mercados, somaram US$ 12 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.