finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

UE e Mercosul avaliam chances de retomar associação

Negociação entre os blocos parou junto com a rodada Doha da Organização Mundial do Comércio

Efe,

05 de novembro de 2009 | 17h04

Representantes da União Europeia (UE) e do Mercosul realizam até sexta-feira, 6, uma reunião "informal" em Lisboa para fazer um balanço da situação de suas negociações para um acordo de associação, paradas desde 2004. O encontro, em nível de coordenadores e de natureza técnica, começou ontem e termina amanhã, relataram fontes diplomáticas à Agência Efe.

 

Segundo as fontes, por enquanto, é uma reunião "informal", e não uma rodada de negociações, cujo objetivo é sondar a situação dos dois blocos e ver as possibilidades concretas de continuar com as conversas. As negociações para um acordo de associação entre a UE e o Mercosul ocorreram entre 2001 e 2004, quando pararam junto com a rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC).

 

As fontes explicaram que a reunião desta semana está centrada na parte comercial do acordo, que também inclui um diálogo político e outro de cooperação. Além disso, destacaram que não se trata da primeira reunião informal entre ambas as partes desde a brusca interrupção das negociações. Houve outra em junho, na qual a ideia foi identificar "pontos em comum" para poder avançar.

 

Durante uma visita a Brasília do ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, em julho, o Brasil anunciou que o Mercosul e a UE tinham previsto realizara uma reunião técnica nesta semana na capital portuguesa.

 

Além disso, tanto Moratinos, como o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, concordaram em dizer que a Presidência espanhola da UE, no primeiro semestre de 2010, pode ajudar a dar um novo impulso para estas negociações.

Tudo o que sabemos sobre:
União EuropeiaMercosul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.