UE eleva previsão para Espanha e mantém a de Portugal

A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, previu que a recuperação da Espanha vai ganhar força em meio à melhora da confiança e menores custos de financiamento, mas acrescentou que o país não deverá cumprir sua meta de déficit fiscal de 2013.

SERGIO CALDAS, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2014 | 12h52

Em relatório publicado nesta terça-feira, a comissão estima que o Produto Interno Bruto (PIB) espanhol vai crescer 1% este ano, ante uma previsão anterior de expansão de 0,5%. A previsão de crescimento para 2015 ficou inalterada em 1,7%.

Por outro lado, a comissão calcula que a Espanha deverá mostrar um déficit fiscal bem maior que o esperado para 2013, equivalente a 7,2% do PIB. A meta de Madri é de 6,5% do PIB.

Em relação a Portugal, a comissão comentou que o país superou sua fase mais difícil, mas continua vulnerável. As previsões de crescimento do PIB português são de 0,8% em 2014 e 1,5% em 2015, as mesmas feitas no relatório anterior. A expectativa é que Portugal saia de seu programa de ajuda com a troica de credores internacionais nos próximos meses.

A Irlanda, que saiu de seu próprio programa de resgate em dezembro, deverá crescer 1,8% neste ano e 2,9% em 2015, segundo a comissão. As projeções anteriores eram de altas menores, de 1,7% e 2,5%, respectivamente.

Para a Grécia, que está em seu segundo programa de ajuda, a previsão é de crescimento de 0,6% em 2014, antes de uma expansão mais acentuada em 2015, de 2,9%.

O PIB do Chipre, que foi resgatado pela troica no ano passado, deverá ter contração de 4,8% este ano e modesto aumento de 0,9% em 2015, de acordo com o relatório.

Tudo o que sabemos sobre:
UEEspanhaPortugalprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.