UE finaliza normas para padronizar balanços até 2005

A Comissão da União Européia finalizou a legislação que obrigará as companhias listadas em Bolsa na UE a adotarem os novos Padrões de Contabilidade até 2005. Embora tenha sido planejada antes do caso Enron, esta é uma da série de medidas destinadas a proteger a UE de escândalos contábeis semelhantes. O conjunto de normas "vai pôr um fim à atual Torre de Babel de balanços financeiros, melhorar a concorrência e a transparência e tornar o livre movimento de capitais muito mais fácil", disse o chefe da comissão de Mercado Único da UE, Frits Bolkestein, em comunicado. As normas ainda não estão completamente endossadas. Depois das reclamações dos bancos e das seguradoras, a comissão adiou o endosso das normas sobre a declaração de derivativos. Bolkestein vai se reunir em Londres na próxima quinta-feira com David Tweedie, chairman do International Accounting Board, organização independente de Londres, num esforço para desbloquear as conversações sobre o tratamento de derivativos nos balanços das empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.