UE libera importação de carne argentina

O comitê veterinário da União Européia (UE) votou hoje a favor de uma proposta para levantar parcialmente o embargo à importação da carne bovina da Argentina. A importação pela UE de carne bovina fresca e maturada da Argentina será liberada a partir de 1º de fevereiro, com exceção das províncias de La Pampa e Santiago Del Estero. As importações de carne argentina foram suspensas pela UE em 13 de março do ano passado, após o surgimento de focos de febre aftosa no país. A Argentina promoveu um programa de vacinação do rebanho bovino e duas missões de inspeção veterinária da UE visitaram o país no ano passado, para vistoriar o trabalho de controle da doença. Segundo o comitê veterinário da UE, as autoridades argentinas equacionaram as principais preocupações em relação à doença e confirmaram que a aftosa foi erradicada, com exceção das duas províncias. A proposta aprovada hoje pelo comitê veterinário ainda tem que ser referendada pela Comissão Européia. O comissário para Saúde e Proteção do Consumidor na UE, David Byrne, elogiou as medidas adotadas na Argentina para erradicar a doença.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.