UE pede à Rússia que intensifique esforços para aderir à OMC

Pedido ocorre após Moscou ter anunciado na última segunda planos para interromper acordos comerciais

Deise Vieira, da Agência Estado,

26 de agosto de 2008 | 11h47

A Comissão Européia pediu nesta terça-feira, 26, a Rússia que aumente os esforços para entrar na Organização Mundial do Comércio (OMC). O pedido ocorre após a Rússia ter anunciado na última segunda planos para interromper acordos comerciais estabelecidos durante as longas negociações para sua adesão à organização, que começaram em 1995.   "Como única grande economia fora OMC, a Rússia deveria acelerar os esforços para sua entrada", afirmou Peter Power, porta-voz da comissão. "Mas, obviamente, essa é uma decisão da Rússia. Há uma série de obstáculos, mas eles podem ser superados com a vontade política correta", acrescentou.   A Rússia avalia a interrupção de alguns acordos comerciais em um momento em que as relações entre o país e o Ocidente estão cada vez mais tensas. A adesão depende da aprovação de todos os 153 países-membros da OMC.   As discussões com a União Européia estão paralisadas, em grande parte devido a uma disputa sobre tarifas de exportação de madeira da Rússia, que é um grande fornecedor de papel e produtos derivados de madeira para a Finlândia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OMCRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.