carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

UE pede para País alterar lista de exportadores de carne

A União Européia (UE) rejeitou mais uma vez a lista de fazendas certificadas pelo Brasil para exportar carne bovina. Hoje, em Bruxelas, representantes do governo brasileiro entregaram à Comissão Européia uma lista com 523 propriedades que poderiam vender o produto, mas os europeus pediram que o Brasil volte amanhã aos escritórios da Comissão com uma lista revisada e deixaram claro que somente aceitariam certificar 300 propriedades.Oficialmente, o gabinete do comissário de Saúde e Proteção do Consumidor da UE, Markus Kyprianou, optou pelo sigilo sobre o conteúdo da conversa. "Vamos continuar as reuniões amanhã", afirmou a porta-voz da Comissão, Nina Papadoulaki. Os europeus deixaram claro que, se o Brasil não apontar as 300 fazendas que receberão o certificado, caberá a Bruxelas escolher.Bruxelas, depois de dois anos alertando sobre as condições sanitárias da carne brasileira, decidiu no final do ano passado exigir que o País apresentasse uma lista de 300 fazendas que teriam o direito de exportar e que fosse garantida a rastreabilidade do gado. O temor dos europeus é quanto à febre aftosa. A primeira lista apresentada continha 2,6 mil fazendas e o resultado foi a suspensão do comércio bilateral. A Comissão Européia também quer discutir como será a missão dos veterinários europeus ao Brasil, que começa no dia 25. Com base nessa visita, então, os veterinários vão sugerir se o embargo deve ser mantido ou se o comércio pode voltar a ocorrer.

JAMIL CHADE, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2008 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.