UE planeja € 1,1 bi em bônus de 7 anos para ajudar Irlanda e Portugal

Bônus serão lançados e precificados em um ‘futuro próximo’, sujeito às confições do mercado

Renan Carreira, da Agência Estado,

28 de setembro de 2011 | 12h23

LONDRES - A União Europeia (UE) contratou o Credit Suisse Group, o Morgan Stanley e o Société Générale para coordenar a emissão de 1,1 bilhão de euros em bônus de sete anos, disse um dos envolvidos com a transação.

Os recursos vão ser usados sob o regulamento do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (EFSM, na sigla em inglês) em conjunto com o pacote de ajuda da UE e do Fundo Monetário Internacional (FMI) para Irlanda e Portugal.

Os bônus serão lançados e precificados em um futuro próximo, sujeitos às condições do mercado. A UE tem classificação triplo A das três maiores companhias de ratings. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
união europeiabônusirlandaportugal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.