Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

UE quer aproximação com Brasil e América Latina

Segundo vice-presidente da Comissão Europeia, encontro com a presidente Dilma rendeu dois acordos bilaterais 

Fernanda Guimarães, da Agência Estado,

16 de dezembro de 2011 | 12h23

SÃO PAULO - A Europa quer se aproximar da América Latina, principalmente o Brasil, com o intuito de buscar alternativas de soluções para a crise econômica do continente, afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia, Antonio Tajani. "Nós estamos trabalhando contra a crise na Europa. Trabalhamos em favor da economia real", disse.

O vice-presidente da Comissão Europeia esta no Brasil com empresários de diversos segmentos da indústria e esteve reunido ontem com a presidente Dilma Rousseff. Na ocasião, segundo Tajani, foram fechados dois acordos bilaterais. Um para o intercâmbio de jovens profissionais entre o Brasil e Europa e outro para estabelecer uma aliança entre empresas e a universidade para o desenvolvimento de inovação tecnológica. "A América Latina e Brasil são prioridades. Nós queremos trabalhar juntos", disse. Segundo Tajani, essa atuação empresarial exige um trabalho político entre os países.

O presidente da Fiesp, Paulo Skaff, que recebeu Tajani na manhã de hoje, disse que um dos objetivos do encontro seria incrementar o fluxo comercial entre as duas regiões. "Nos podemos vender e comprar mais. O fluxo de comercio da União Europeia é de US$ 8 trilhões e o Brasil só possui 1% disso. A Europa passa por um momento de repensar", disse Skaff.

Tudo o que sabemos sobre:
UEBrasilTajani

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.