UE quer discutir taxa de câmbio com Obama

EURO E DÓLAR

, O Estadao de S.Paulo

31 de janeiro de 2009 | 00h00

A União Europeia quer convencer a administração Barack Obama a se comprometer com um plano para tentar reduzir a volatiLidade do euro e do dólar. O tema entrará na agenda do G-7, que se reúne sob a presidência italiana em meados de fevereiro em Roma. A cooperação entre as moedas, segundo os europeus, reduziria a volatilidade e poderia contribuir para acalmar os mercados. Segundo a UE, a volatilidade causa impacto negativo para as empresas. Durante o governo Bush, a UE tentou levantar o assunto, mas a orientação da Casa Branca é de que só o mercado deveria regular as taxas de câmbio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.