Ultra acredita que leilão da Copene será em março

O diretor financeiro do Grupo Ultra, Fábio Schvartsman, acredita que o leilão da Copene ocorrerá no mês de março. "O Grupo Ultra continua interessado", informou o executivo. Schvartsman disse que o Grupo Ultra não fará pela Copene uma oferta incompatível com os interesses de rentabilidade de seus acionistas. O executivo participou do seminário promovido pelo Banco UBS Wrbug, no Rio de Janeiro. Compra - Schvartsman disse que a empresa pretende comprar este ano uma distribuidora de GLP na Argentina ou Uruguai para iniciar a internacionalização das operações. "Será um negócio pequeno porque toda internacionalização exige cuidado." O executivo também informou que a empresa estuda a aquisição de outras distribuidoras no Brasil. Segundo ele, a empresa investiu R$ 120 mi no ano passado na área de GLP e pretende investir aproximadamente o mesmo montante este ano. O executivo acrescenta que a empresa tem perdido parte de seu mercado de consumo industrial para a Comgás, mas não sente qualquer concorrência no mercado doméstico. Balanço - Schvartsman admitiu que o aumento no preço das matérias-primas terá impacto negativo no balanço da companhia. "É fato que houve um impacto da alta da nafta e da alta de eteno no resultado da companhia", disse o executivo, respondendo uma pergunta de um analista de mercado. O executivo informou que o balanço será divulgado nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.