Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Ultra investe em varejo para reforçar rede de postos

Companhia adquiriu a rede de farmácias paraense Extrafarma e reforçou as lojas de conveniência AM/PM

Fernando Scheller, O Estado de S.Paulo

12 Junho 2016 | 20h32

A rede de postos Ipiranga é uma peça fundamental para o Grupo Ultra, já que o negócio de combustíveis representa cerca de 85% de seu faturamento, que foi de R$ 75,6 bilhões no ano passado. Uma das estratégias do grupo para engordar ainda mais o retorno de seu negócio de distribuição de combustíveis é agregar serviços aos seus mais de 7 mil postos em todo o Brasil.

Na prática, isso significa usar as redes de lojas de conveniência AM/PM, o serviço de troca de óleo Jet Oil, o programa de fidelidade KM de Vantagem e o Connect Car – sistema pré-pago para pedágios e estacionamentos que concorre com o líder deste mercado, o Sem Parar – como chamariz de público. Diante das diferentes possibilidade de serviço disponíveis em seus pontos de venda, foi criado o slogan de marketing da rede: “Passa lá no posto Ipiranga”.

No fim de 2013, a empresa pagou R$ 1 bilhão pela rede de farmácias paraense Extrafarma e pretende expandir os pontos em seus postos – um processo que ainda está sendo formatado. Um dos entraves para a abertura de drogarias nos postos é o fato de que são os Estados, e não o governo federal, que definem o que pode ser vendido nesses estabelecimentos e onde eles podem ser abertos.

Outro desafio da empresa é o fato de que tanto os postos de combustível quanto as lojas AM/PM são operados por parceiros. A modernização dos postos, com a instalação de lojas de conveniência de melhor qualidade – com serviço de panificação, por exemplo – e da inclusão de outros serviços além dos combustíveis depende da capacidade do grupo de convencê-los de que o investimento vale a pena. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.