Divulgação
Divulgação

Ultragaz e Supergasbrás pedem autorização para compartilhar operações e infraestrutura de GLP

Segundo a Ultrapar, se Cade der aval ao acordo, Ultragaz deve ampliar sua presença de 19 para 25 bases de engarrafamento

Luísa Laval, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2022 | 11h54

A Ultrapar informou nesta terça-feira, 12, que enviou para aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) um contrato de consórcio entre a Ultragaz e a Supergasbrás para o compartilhamento de parte de suas operações e de sua infraestrutura de bases de armazenamento e envase de GLP.

Segundo comunicado ao mercado, assim que aprovado, o contrato permitirá a Ultragaz ampliar sua presença de 19 para 25 bases de engarrafamento, proporcionando maior segurança de abastecimento nas regiões atendidas e melhores níveis de serviço, beneficiando clientes e revendedores.

"Este acordo operacional permitirá também a captura de eficiências operacionais para a Ultragaz, assim como a otimização de investimentos. Esse movimento demonstra a contínua capacidade da Ultragaz em perseguir eficiências e a disposição da Ultrapar em realizar parcerias estratégicas em seu portfólio de negócios", aponta a Ultrapar.

Não haverá alterações na operação comercial das companhias. Até a aprovação do Cade, as companhias seguirão o curso normal de seus negócios de maneira independente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.