Um corte nas críticas contra o etanol

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou ontem, em Brasília, o termo de compromisso entre trabalhadores da cana-de-açúcar, usineiros e governo para melhorar as condições de trabalho do setor, de forma a ajudar a diminuir as críticas que são feitas no exterior à produção brasileira de etanol. Lula ganhou de presente dos trabalhadores um facão de cortar cana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.