Um em cada 4 empregados no comércio é jovem, aponta Dieese

Pesquisa organizada nas principais capitais mostra que salário mensal dos jovens varia entre R$ 429 e R$ 653

Gustavo Uribe, da Agência Estado,

11 de maio de 2009 | 17h23

Um em cada quatro brasileiros empregados no setor comercial tem idade entre 16 e 24 anos, apontou nesta segunda-feira, 11, o 3.º Boletim Trabalho no Comércio, organizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) com dados do Sistema Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED). Tido como porta de entrada para o mercado de trabalho, uma vez que não requer grande experiência profissional e tem baixa remuneração, o comércio tinha no ano passado 25% da mão de obra formada por funcionários jovens.

 

A pesquisa organizada pelo Dieese apurou dados do Sistema PED nas principais capitais do País e mostrou que o salário mensal dos jovens varia entre R$ 429 no Recife e R$ 653 em São Paulo. A remuneração chega a representar 34,6% da renda familiar. O salário dos jovens nesse setor chega perto de 70% do recebido por adultos com 25 anos ou mais. A desigualdade, neste ponto, é mais acentuada no Distrito Federal, onde os ganhos dos jovens correspondem em média a 53,5% do recebido pelos mais velhos, e mais discreta em Recife, onde a proporção chega a 67,6%.

 

O levantamento também aponta que, de maneira geral, a forma mais comum de ocupação de jovens no comércio é a contratação padrão, com carteira de trabalho assinada. A parcela de jovens contratados variou no ano passado entre 74,3% dos empregados no setor, em Belo Horizonte, e 50,8%, em Recife. Os assalariados sem carteira assinada ou autônomos chegam a representar 30,9% dos jovens contratados em Recife e 26,7% em Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
comércioemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.