Um projeto nacionalista para as terras na Argentina

A Câmara dos Deputados argentina recebeu um projeto de lei que vai dar o que falar: a proposta é de que as terras argentinas pertencentes aos argentinos não poderão ser vendidas para estrangeiros. O projeto de lei, no mínimo polêmico, é de autoria de uma das pré-candidatas à Presidência da Argentina, Elisa Carrió, do partido Alternativa para uma República de Iguais (ARI), de esquerda. A idéia é da Federação Agrária Argentina (FAA) e tem na exposição de motivos proteger e evitar que 30 milhões de hectares "ameaçados" possam cair em mãos de estrangeiros. Para o presidente da FAA, Eduardo Buzzi, a medida visa interromper o processo de "estrangeirização e concentração do meio rural que foi acentuado com a desvalorização do peso, a qual provocou uma queda nos preços dos imóveis. Para a deputada Elisa Carrió, "a terra é a última porção de soberania que lhes resta aos argentinos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.