Unafisco entrega a Lula estudo sobre custo de isenção

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) entrega hoje à tarde, ao presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, um estudo com as perdas de arrecadação no País, em razão da isenção que o governo FHC concede a alguns setores industriais, como o de tabaco, o de bebidas e o de armamentos. O documento mostra que as perdas anuais, resultantes dessa isenção, pode chegar a R$ 3,5 bilhões.O Unafisco está promovendo vários eventos no Fórum Social Mundial, que acontece em Porto Alegre. O objetivo do sindicato é alertar sobre vários temas e entregar relatórios sobre perdas de arrecadação e sobre a Reforma Tributária a candidatos que estarão na disputa pela Presidência da República, nas eleições deste ano.Além de Lula, está prevista a participação, nesses eventos, do pré-candidato do PPS à Presidência, Ciro Gomes. O governador de Minas Gerais, Itamar Franco, e o senador Pedro Simon (PMDB-RS) também foram convidados, mais ainda não confirmaram presença.Nos debates de hoje, o Unafisco mostrará que o Brasil é um verdadeiro paraíso fiscal. "Como no Brasil as aplicações de renda fixa feitas por estrangeiros e os ganhos de capital são tributados em 15% e a remessa de lucros ao exterior é isenta de impostos, o País é definido como um verdadeiro paraíso fiscal para investidores estrangeiros e grandes empresas, colocando-se no mesmo grupo das Ilhas Cayman e Jersey, por exemplo", garantem os representantes do sindicato.

Agencia Estado,

01 de fevereiro de 2002 | 14h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.