Unctad lança nova rodada para redução de tarifas ao comércio

A terceira rodada de negociações do Sistema Geral de Preferências Comerciais (SGPC) entre os países em desenvolvimentos deve ser lançada na próxima quarta-feira, durante a XI Conferência das Nações Unidas para Comércio e Desenvolvimento (Unctad), em São Paulo. O SGPC prevê a redução de tarifas de bens, possibilitando o aumento do comércio entre os países que participam.Segundo o subsecretário de Assuntos Econômicos do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Clodoaldo Hugueney, o sistema tem hoje 47 membros, mas será aberto à participação dos 132 países que formam o G-77. Assim, a expectativa é que o sistema seja ampliado de forma significativa. Índia, China e Rússia, por exemplo, ainda não participam do sistema. O SGPC foi lançado em 1989.Estados Unidos e União Européia já têm sistemas de preferência tarifária aplicados a seus parceiros comerciais, desde que preencham determinados requisitos. O Brasil está entre os países beneficiados.Hugueney afirmou, logo após o término da primeira parte da reunião que comemora o 40º aniversário do G-77, que a agricultura é um tema central para os países em desenvolvimento.No que se refere às negociações agrícolas da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), o embaixador disse que continua a ser prioridade o tema de acesso a mercados do países desenvolvidos, bem como a redução do apoio interno à produção agrícola e o fim dos subsídios às exportações - pontos que opõem os países produtores agrícolas em desenvolvimento e as nações industrializadas.Evento paraleloO G-20, grupo que representa os interesses dos países agrícolas na OMC, reúne-se amanhã, em evento paralelo à Unctad, para discutir a finalização de propostas que serão levadas à reunião do G-5 (Brasil, Índia, Austrália, Estados Unidos e União Européia), no domingo, também em São Paulo. O objetivo das reuniões é destravar as negociações agrícolas no âmbito da OMC, paralisadas desde setembro do ano passado.

Agencia Estado,

11 de junho de 2004 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.