União Carrefour e Pão de Açúcar teria apoio do Catar

Após a saída do BNDES da proposta de fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour no Brasil, investidores estrangeiros, entre eles um fundo soberano do Catar, se dispuseram a aplicar os recursos necessários para concretizar a operação. Segundo o sócio do BTG Pactual, Cláudio Galeazzi, o banco saiu em "roadshow" para apresentar o negócio a investidores e buscar o apoio dos acionistas minoritários do Pão de Açúcar - o acordo acabou não se concretizando. "Fomos ver se havia interesse de investidores fora do Brasil. Surpreendentemente, um fundo soberano do Catar se propôs a investir US$ 1 bilhão na operação", disse durante discurso no TMA - congresso de reestruturação e recuperação de empresas. / RODRIGO PETRY

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.