União da Cargill e IMC resulta em 2ª maior do setor de fertilizantes

A união dos negócios de fertilizantes da Cargill com a IMC deu origem a uma nova empresa chamada The Mosaic Company, que começou hoje a ser negociada na Bolsa de Nova York (Nybot). A expectativa de faturamento da Mosaic em seu primeiro ano fiscal é de US$ 4,5 bilhões. A nova empresa une os negócios e os ativos da Cargill Crop Nutrition, controlada pela Cargill, uma empresa de capital fechado, com os negócios da IMC Global Inc., com sede em Lake Forest, Illinois.A Mosaic Company será a segunda maior empresa de fertilizantes do mundo, só atrás da Yara, da antiga Norsk Hydro. Seus principais negócios são produção e distribuição de fertilizantes fosfatados concentrados e de potássio, além de ingredientes para nutrição animal.Fredric W. "Fritz" Corrigan, CEO e presidente da Mosaic, disse em nota divulgando a nova empresa que o objetivo é virar líder mundial. "Nossa visão é de nos tornarmos um líder mundial em fertilizantes, fornecendo valor diferenciado à agricultura mundial e a tudo o que tocarmos. Estamos reunindo os melhores talentos e a experiência de dois líderes do setor, para criar uma única fonte global para os principais nutrientes para ração animal e fertilizantes exigidos ao redor do mundo."No Brasil, a empresa se chamará Mosaic Fertilizantes Ltda., e vai incorporar a estrutura da Cargill Fertilizantes, pois a IMC não possuía operações no País. De acordo Walter Tommasi, diretor de marketing da nova empresa, "o produtor contará com mais benefícios, pois poderá terá a sua disposição um maior mix de produtos e serviços".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.