União Européia adia decisão sobre sanções ao aço dos EUA

A comissão da União Européia (UE) adiou pelo menos até 30 de setembro o seu plano de impor sanções comerciais contra os Estados Unidos, em resposta às sobretaxas impostas pelo governo norte-americano em março último. "No último minuto, as concessões do aço feitas pelos Estados Unidos persuadiram a União Européia a postegar as sanções", disse a comissão em comunicado. Os EUA concederam isenções a 14 produtos de aço, no valor de 60 milhões de euros (US$ 60,6 milhões). Isso resulta em um número total de 261 de pr odutos que receberam exclusões. Os EUA disse que continuarão efetuando outras isenções do aço até 31 de agosto. Mais de 800 pedidos de exclusão das tarifas do aço ainda estão pendentes, muitos deles decorrentes das companhias européias Arcelor SA, Thysse n Krupp e Corus Group PLC. A comissão disse que monitorará atentamente o andamento da questão. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.