ANDRE DUSEK/ESTADAO
ANDRE DUSEK/ESTADAO

Governo vem fazendo um ajuste fiscal 'bem-sucedido', diz Meirelles

Ministro disse ainda ainda que a União tem maior capacidade de tributação e gestão da dívida do que os Estados

Lorenna Rodrigues, Adriana Fernandes e Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

05 Setembro 2017 | 14h12

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que a situação da União é "muito diferente" da dos Estados em geral e do Rio de Janeiro e que o governo federal vem fazendo um ajuste fiscal "bem-sucedido".

Ele disse ainda que a União tem maior capacidade de tributação e gestão da dívida do que os Estados. "A União tem tomado medidas de ajuste e está com um plano em andamento bem-sucedido. Os analistas estão cada vez mais confortáveis com o sucesso do plano de ajuste fiscal da União", afirmou, lembrando a aprovação da lei do teto de gastos e o andamento das reformas tributária e a da Previdência.

Meirelles ressaltou que a suspensão do pagamento da dívida do Rio de Janeiro com a União não impacta o resultado primário do governo federal, já que o efeito do pagamento é financeiro, sendo contabilizado na dívida pública. "O efeito disso na dívida está calculado e é absolutamente absorvível", afirmou.

TLP.  O ministro também disse esperar que a Medida Provisória 777/2017, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) para balizar os financiamentos do BNDES, seja aprovada hoje pelo Senado Federal. Ele não teceu mais comentários.

+ Debate sobre TLP vira Fla x Flu e até presidente do Flamengo entra em campo

A partir das 14 horas desta terça-feira, o plenário da Casa começará a analisar a MP. O texto, já aprovado pelos deputados, precisa ser discutido e votado pelos senadores sob risco de perder seus efeitos esta semana, no dia 7 de setembro, quando expira o prazo de validade da medida.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.