Unibanco opta por posição defensiva na carteira

O Unibanco incluiu as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da Companhia Siderúrgica Tubarão na sua carteira de investimentos recomendada para o mês de setembro e retirou os papéis ordinários da Tele Celular Sul. Com isso, a instituição aumentou suas posições defensivas e diminuiu a exposição no setor de telecomunicações.No estudo mensal, o chefe de análise, Pedro Bastos, destaca que a siderúrgica recomendada é fortemente exportadora e auto-suficiente em energia elétrica. Dessa forma, a empresa está protegida contra as variações cambiais e o racionamento de energia.Cerca de 95% do faturamento da Companhia Siderúrgica Tubarão é proveniente de exportações, enquanto somente 50% do custo está atrelado ao dólar, ressalta o relatório. O preço-alvo calculado para as ações em um ano é de R$ 27,31, representando um potencial de ganho de 38% frente ao fechamento de quinta-feira.A instituição está reduzindo a participação das empresas do setor de telecomunicações e aumentou a das companhias defensivas porque acredita que o mercado continuará sem tendência definida no curto prazo, e bastante volátil. Nesse cenário, o setor de telecomunicações reflete mais o humor dos investidores, pois tem maior liquidez.IndicaçõesO Unibanco não fez alterações no restante da carteira, mantendo as indicações para Petrobrás, Bradesco, Telemar, Brasil Telecom, Copel, Embraer, Perdigão, Tele Leste Celular, Varig, Tele Centro-Oeste Celular (TCO), Sabesp e Coteminas. As três últimas recomendações são as que oferecem o maior potencial de ganho entre as escolhas.O Unibanco afirma que uma avaliação comparativa da relação entre o valor da Tele Centro-Oeste Celular e sua geração de caixa aponta que a empresa é uma das apostas mais baratas do setor de telecomunicações. O preço-alvo dos papéis é de R$ 9,05, indicando uma expectativa de valorização de 100%.Sobre a Coteminas, o Unibanco destaca, além dos fundamentos da companhia, que a parceria de distribuição com a norte-americana Springs deve elevar o volume das exportações. Pelas projeções da instituição, em 2002, cerca de 50% do faturamento da empresa deve vir das vendas externas, contra 36% no primeiro semestre deste ano.EnergiaAlém disso, o estudo enfatiza que em breve a Coteminas ficará isenta do racionamento e energia elétrica, com a inauguração da Usina Hidrelétrica de Porto Estrela. O empreendimento vai suprir 25% de consumo total de energia da companhia.O Unibanco optou por uma aplicação defensiva por causa das perspectivas de que os ajustes nos mercados mundiais vão prosseguir. Bastos acredita que a percepção de que alguma solução para a situação na Argentina terá de ocorrer no curto prazo será totalmente incorporada no preço das ações neste mês. Havendo, portanto, espaço para queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.