Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Unibanco prevê alta de 15% no volume de CDC

O Unibanco trabalha com expectativa de forte expansão para a carteira de crédito direto ao consumidor (CDC) em 2003. O diretor-executivo de Controladoria do Unibanco, Lucas Melo, prevê uma elevação de pelo menos 15% para o CDC, podendo chegar a 20%. "É o tipo de crédito que mais vai crescer porque está em uma base muito baixa", afirmou.De acordo com ele, o CDC já deve ter expansão no quarto trimestre do ano, que sazonalmente é bom para esse segmento, devido às festas de final de ano e ao 13º salário. Esse crescimento deve ser sentido, principalmente, na carteira da Fininvest.O executivo disse que nas últimas três semanas o banco está mais otimista com o cenário macroeconômico e prevê o dólar a R$ 3,20 no final de dezembro. Para ele, o sentimento da população e do mercado em relação ao governo melhorou e isso traz expectativa positiva em relação ao próximo ano.Melo entende, porém, que o primeiro ano de governo é sempre difícil e que ainda é uma incógnita. "Mas se o PT tiver responsabilidade fiscal, como já vem mostrando nos Estados e municípios que administra, temos condições de crescer em 2003."

Agencia Estado,

13 de novembro de 2002 | 10h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.