Unibanco recomenda compra de Varig PN

A companhia de transporte aéreo Varig, que parecia esquecida pelo mercado de ações, começou a chamar a atenção dos investidores. O Unibanco divulgou, no último dia 8, estudo recomendando compra das ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da companhia. A instituição estima um preço-alvo de R$ 6,30 por lote de mil ações da empresa - sem data prevista para que essa meta seja atingida. Esse valor indica que o papel tem um potencial de valorização de 63,6% em relação ao preço da última sexta-feira. Para o analista Carlos Albano, autor do estudo, uma das razões para o preço atual das ações é o ceticismo do mercado em relação ao setor aéreo e aos resultados da empresa. A Varig tem um longo histórico de prejuízos e apresenta um alto endividamento, que é o principal ponto negativo da companhia, segundo o Unibanco. O prejuízo acumulado nos nove primeiros meses de 2000 foi de R$ 24,756 milhões. Na avaliação de Albano, no entanto, a empresa tem tudo para sair do vermelho. A reestruturação financeira e operacional, iniciada nos primeiros meses de 1999, já vem resultando em melhorias no custo de vôo. O Unibanco também avalia que o ambiente econômico favorável, caracterizado pelo aumento do fluxo de pessoas e mercadorias, deve motivar a recuperação da demanda no transporte aéreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.