Unibanco volta a negar compra do Sudameris

O Unibanco voltou a negar que esteja negociando a compra do Sudameris. O diretor-executivo da área de Relações com Investidores da instituição, Lucas Melo, disse que o banco só fez uma proposta pelo Sudameris em 2001, antes do acordo entre a Intesa e o Itaú. "Fizemos uma proposta firme naquela época e fomos vencidos pelo Itaú, que ofereceu um valor maior", afirmou Melo. Segundo ele, desde então, o Unibanco só vem acompanhando o processo, como faria com qualquer outra instituição financeira. Melo negou que a reunião do conselho de administração ontem tenha apreciado proposta de aquisição do Sudameris, o que chegou a ser boato do mercado. "O conselho se reuniu para aprovar os resultados de 2002." O executivo não descartou a possibilidade de o Unibanco fazer uma nova proposta pelo Sudameris, mas destacou que não foi procurado pela Intesa para uma nova rodada de negociação. Segundo Melo, o Unibanco não negocia a compra de nenhuma outra instituição no momento, apesar de "estar atento às oportunidades". Ele disse que a instituição só tem interesse "concreto" no momento pelo Banco do Estado de Santa Catarina (Besc), cujo processo de privatização está parado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.