Unica prevê que preço do álcool deve cair até maio

O diretor técnico da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica), Antônio de Pádua Rodrigues, acredita que o preço do álcool cairá até maio, quando a produção de cana-de-açúcar voltará a aumentar. Segundo ele, é difícil dizer em qual porcentagem será esta queda. "O preço vai cair mas não dá para dizer em quanto", declarou. Segundo Rodrigues, o mercado do álcool tende a ter uma grande flutuação e deveria ser equilibrado por um estoque regulador.A Unica prevê investimento R$ 10 bilhões até 2009 em projetos de instalação de novas usinas de álcool. Estão previstas 89 usinas, sendo 19 na atual safra e 25 em 2007. Rodrigues afirmou que a entidade é contra a intervenção do governo federal nesse mercado. "Qualquer intervenção do governo prejudica a atividade". Segundo ele, o preço do álcool subiu nos últimos meses por causa da entressafra e atualmente apenas o Estado de São Paulo sustenta a produção do mercado interno.A situação começará a mudar a partir de abril, quando começarão a entrar as safras de cana de Goiás e do Paraná, contribuindo para equilibrar a oferta em relação à demanda. Rodrigues participou do evento organizado pela Volkswagen do Brasil, que este mês comemora 3 anos do primeiro veículo nacional bicombustível, o gol 1.6 total flex, lançado em março de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.