UniCredit vai avançar com venda de unidade de empréstimos podres, diz CEO

O banco italiano UniCredit vai avançar com a venda de sua unidade de empréstimos podres UniCredit Credit Management Bank (UCCMB) após receber ofertas que estão perto do que o banco almeja, disse o presidente-executivo Federico Ghizzoni nesta segunda-feira.

REUTERS

13 de outubro de 2014 | 10h02

Ghizzoni disse na semana passada que o UniCredit poderia considerar desistir da venda.

"As ofertas que recebemos (para o UCCMB) parecem bastante perto de nossas propostas", disse Ghizzoni, acrescentando que uma reunião do conselho em 16 de outubro analisará as ofertas.

Ele disse que não está claro se o banco tomará então uma decisão final.

A venda, que pode render cerca de 700 milhões de euros, faz parte dos planos do UniCredit para fortalecer seu balanço contábil antes do resultado da revisão de saúde de bancos em toda a Europa, que será divulgado no final de outubro.

(Por Gianluca Semeraro)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSUNICREDITVENDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.