United Airlines só deverá sair da concordata em 2004

A UAL Corp., controladora da companhia aérea United Airlines, não vai sair da concordata este ano por causa de incertezas acerca de seus resultados financeiros e de diversas questões pendentes, afirmou seu advogado, James Sprayregen. Ele disse que a operadora pretende sair da concordata durante o primeiro semestre de 2004, em linha com a estimativa apresentada no começo do processo, em dezembro de 2002. Entretanto, a companhia chegou a fazer previsões otimistas de que poderia sair da concordata ainda em 2003. "Há uma série de tarefas e desafios pendentes", disse Sprayregen. Apesar de a receita da UAL ter melhorado nos últimos meses, ainda há efeitos remanescentes da guerra no Iraque e do surto de Sars na Ásia, segundo o advogado. A companhia precisa certificar-se de que seus resultados de fato se estabilizaram antes que possa sair do processo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.