United transferirá 30% da capacidade para nova cia.

A United Airlines planeja transferir cerca de 30% de sua capacidade doméstica para uma nova companhia aérea de baixo custo que a empresa pretende criar para tentar escapar da concordata, segundo informações de executivos da empresa ao The New York Times. Os representantes de sindicatos da companhia aérea afirmam que ainda têm reservas sobre a proposta, em particular sobre o processo de identificação dos funcionários que terão funções atribuídas na operadora de baixo custo, cujo nome é Starfish, afirma o jornal.Glenn F. Tilton, CEO da United, disse que os pilotos e outros trabalhadores a serem alocados para a unidade de baixo custo terão de aceitar redução dos salários, afirma o jornal. Douglas Hacker, vice-presidente executivo de estratégia da United, disse que a nova companhia operará a partir de todos os centros de operação da United, incluindo Los Angeles, São Francisco, Denver, Chicago e Washington. A intenção da United é empregar a nova companhia em todas suas rotas que agora são dominadas por concorrentes de baixo custo tais como a Southwest Airlines, acrescenta o Times.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.