Uruguai deve ter agência do BNDES

A primeira subsidiária do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no exterior será aberta provavelmente em Montevidéu, no Uruguai. A unidade deve funcionar com o escritório de representação da instituição na capital uruguaia, anunciado em dezembro, que, segundo previsão recente do vice-presidente do banco, Armando Mariante, deve começar a operar em agosto.De acordo com outro executivo do banco, os dois projetos caminhariam em paralelo. A subsidiária, porém, é bem mais complexa, pois, na prática, representará a operação do banco no exterior. A instalação depende, ainda, entre outras exigências, de autorização do Banco Central (BC).O país vizinho está sendo cotado para abrigar a filial também por ser um paraíso fiscal. Isso deve reduzir custos para as operações a serem realizadas por lá, com as quais o banco pretende apoiar a atuação de empresas brasileiras no exterior, principalmente na América Latina. A idéia é que a filial use em seus financiamentos recursos captados pelo BNDES no exterior. Assim, o dinheiro não precisaria entrar no Brasil para somente depois poder financiar a atuação de empresas brasileiras fora do País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.