Uruguai fecha principal fronteira com Argentina

A crise diplomática entre a Argentina e o Uruguai agravou-se. O governo de Tabaré Vázquez decidiu fechar a fronteira entre os dois países, a ponte internacional San Martín, que liga a cidade argentina Gualeguaychú e a uruguaia Fray Bentos. Uma barreira da ?prefeitura naval? do Uruguai, similar à guarda costeira, encontra-se no meio da ponte para impedir a passagem de manifestantes. O objetivo é evitar que os ambientalistas contrários ao funcionamento da fábrica de celulose Botnia realizem protestos violentos em Fray Bentos, onde está localizada a fábrica. As demais pontes que ligam os dois países estão habilitadas.O governo de Tabaré Vázquez também deu ordens à Força Aérea para restringir o espaço aéreo sobre a fábrica de celulose Botnia. Segundo a medida, nenhuma aeronave militar, comercial ou particular poderá sobrevoar o perímetro de cinco quilômetros da Botnia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.