Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Uruguai quer abrir país para imigrantes do bloco

Intenção é ampliar a população para estimular o crescimento econômico do país, inclusive nas áreas rurais

MONTEVIDÉU, O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2011 | 03h06

O presidente do Uruguai, José Mujica, anunciou que em breve encaminhará ao Congresso Nacional um projeto de lei para abrir o país para a migração de cidadãos do Mercosul e do resto da América do Sul.

Mujica alega motivos econômicos para esta medida, já que sustenta que a economia desse pequeno país precisa de maior população para crescer.

O crescimento demográfico do Uruguai está estagnado há anos. O país tem 3,6 milhões de habitantes, metadeda população reside em Montevidéu e na área metropolitana. Nos últimos 40 anos, outros 600 mil (ou 1 milhão, segundo algumas estimativas) de uruguaios saíram do país por questões políticas ou econômicas.

Mujica considera que o Uruguai deveria contar com uma população de 4 milhões a 5 milhões de pessoas. "Com esse número de habitantes teremos um equilíbrio", argumentou. O governo uruguaio quer estimular uma "migração organizada" que facilite a instalação do país de pessoas estrangeiras. "Precisamos pessoas de toda a região. Precisamos população jovem que se instale na área rural."/ A.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.