Uruguai solidariza-se com Kirchner e baixa preço de combustível

O Uruguai solidarizou-se com o presidente da Argentina, Néstor Kirchner, e reverteu o aumento do preço dos combustíveis anunciado pela Sol Petróleo, subsidiária da empresa estatal ANCAP, informou o governo uruguaio neste domingo.De acordo com a imprensa local, a revisão dos preços dos combustíveis vendidos pela subsidiária da estatal uruguaia de petróleo na Argentina foi determinada diretamente pelo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, e por seu ministro da Indústria, Jorge Lepra.Daniel Martínez, presidente designado da Ancap, admitiu em entrevista ao jornal uruguaio El País que a decisão é um gesto "solidário" para com a Argentina. Ainda segundo ele, o reajuste seria inconveniente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.