Usiminas eleva capacidade e reduz dependência externa

A Usiminas começou a instalação de um novo sistema de geração de energia que vai permitir o aumento da capacidade própria de produção energética. Com o sistema, a empresa passará a produzir 54 Megawatts, um acréscimo de 14 Megawatts. Dessa forma, a capacidade da Usiminas de atender ao próprio consumo passará de 17% para 23%, reduzindo a dependência de fornecedores externos. O novo sistema, em implantação, aproveita os gases emitidos pelo processo de fabricação do aço, de forma a acionar um gerador de eletricidade. O sistema de produção de energia absorve parte do investimento, aprovado pelo Conselho da siderúrgica, de R$ 192,73 milhões. Desse total, R$ 77,192 milhões vieram através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 10 milhões via Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). O aporte vai permitir a ampliação da capacidade produtiva da Usiminas de 4,7 milhões para 5 milhões no médio prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.