Usina Angra 2 volta a funcionar

A Eletronuclear reiniciou, na tarde do último sábado, a operação da central nuclear de Angra II, que havia sido paralisada na última segunda-feira (dia 13) devido a problemas em um transformador que interligava a usina ao sistema elétrico nacional. A usina voltou a funcionar a plena carga ontem (domingo), às 16 horas, de acordo com a assessoria da Eletronuclear.Segundo a empresa, braço do Grupo Eletrobrás que administra as centrais nucleares Angra 1 e Angra 2, ainda não há um cálculo de eventuais perdas de receita provocados pela paralisação da usina por quase uma semana. A assessoria informou que o transformador com problemas foi trocado e deverá ser recuperado para ser utilizado como equipamento sobressalente.Com o desligamento de Angra 2, que vinha produzindo cerca de 1.080 megawatts (MW), o sistema elétrico deixou de contar com o respaldo das usinas nucleares. Angra I, com uma produção de pouco mais de 520 MW, havia sido desligada em agosto. A Eletronuclear decidiu antecipar a parada para manutenção de Angra 1 por causa de um vazamento interno de água radiativa. A expectativa da estatal é de que Angra 1 deverá voltar a operar em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.