USTR anuncia exclusão de sobretaxas ao aço

A Representação de Comércio dos EUA (USTR, na sigla em inglês) anunciou a exclusão das sobretaxas ao aço importado para 23 categorias de produtos, subindo o total para 247. Num processo de revisão que deve continuar até 31 de agosto, o USTR e o Departamento de Comércio estão analisando mil pedidos de exclusão das sobretaxas de até 30%, impostas em março pelo presidente norte-americano George W. Bush. Os produtos excluídos hoje incluem laminados a frio, laminados planos, laminados a quente, barras de aço inox e chapas de aço. Segundo comunicado do USTR, a exclusão dos 23 produtos foi determinada porque esses produtos não estão suficientemente disponíveis aos produtores norte-americanos e porque "não diminuem a eficácia das salvaguardas sobre os produtos siderúrgicos". Mas os produtores de aço dos EUA estão preocupados com o fato de que as exclusões possam estar sendo usadas para evitar retaliação da União Européia, Japão e outros parceiros comerciais que dizem que as sobretaxas violam as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC). O USTR não estimou a quantidade de aço que está coberta pelas últimas exclusões. Representantes do governo estimam que as 224 exclusões garantidas antes de hoje cobrem 6%, ou 700 mil toneladas, de um total de 13 milhões de toneladas de aço importado sujeitas às sobretaxas. As informações são da agência Dow Jones e do site da USTR.

Agencia Estado,

11 de julho de 2002 | 17h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.