Vale ainda não foi informada sobre multa do Cade

A Vale afirmou que ainda não foi informada oficialmente da multa imposta pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e esclareceu que as questões submetidas ao Judiciário pela empresa continuam em curso. A companhia pretende recorrer à Justiça caso tenha seu nome inscrito na dívida ativa da União por conta de uma multa não paga pela mineradora no valor de R$ 33,6 milhões.A penalidade se refere ao não cumprimento da determinação do Cade para que a empresa optasse entre vender a mineradora Ferteco e abrir mão do direito de preferência na aquisição do minério produzido na mina Casa de Pedra, de propriedade da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Em nota divulgada no início da noite, a Vale informou considerar a medida uma "afronta ao quadro legal existente".Ontem a Vale perdeu a liminar que ainda lhe permitia não cumprir a decisão, imposta pelo Cade, de optar pela venda da Ferteco ou o direito de preferência na aquisição do minério da mina Casa de Pedra. "São inúmeros os casos de decisões do Cade que foram submetidos ao Judiciário por outras empresas que, assim como a Vale, têm o dever de defender os direitos de seus acionistas quando entender que não estão sendo observados por terceiros, incluindo o Poder Público", diz a Vale.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.