Vale amplia negócios no exterior

A Bolsa de Valores de Nova Iorque começa a negociar, a partir de hoje, os American Depositary Receipt (ADRs) da Companhia Vale do Rio Doce. São certificados, emitidos por bancos norte-americanos, que representam ações de uma empresa fora dos Estados Unidos. Com isso, a companhia ganha visibilidade no mercado internacional e passa a ter maior facilidade em captar recursos no exterior. No caso da Companhia Vale do Rio Doce, o volume negociado em ADRs representa 33% das ações preferenciais da empresa e 2% do capital total. O gerente de Relações com o Mercado da empresa, Roberto Castelo Branco, explicou que o percentual pode aumentar nos próximos meses. Veja mais informações no link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.