Vale assina memorando e entra em consórcio de licitação de Belo Monte

Informação havia sido antecipada pela Agência Estado; aliança envolve a Andrade Gutierrez, a Neoenergia e a Votorantim 

Agência Estado,

22 de fevereiro de 2010 | 10h38

A Vale assinou memorando de entendimentos para participar da licitação de hidrelétrica de Belo Monte em consórcio com a Andrade Gutierrez, a Neoenergia Investimentos e a Votorantim Energia.

 

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, 22, a Vale afirma que as empresas se "comprometem a desenvolver estudos para determinar a atratividade do empreendimento, avaliar as condições de participação no processo e, após estas etapas, formalizar instrumentos jurídicos definitivos que permitam sua entrada conjunta no leilão."

 

No dia 27 de janeiro, a Agência Estado havia antecipado a negociação para a formação desse consórcio. Uma fonte havia informado na ocasião que a Andrade Gutierrez buscava autoprodutores de energia (grandes consumidores) e operadores do setor elétrico para formar o grupo. Ainda de acordo com a fonte, entre os possíveis participantes estavam Neoenergia e Vale.

 

A expectativa é que o edital com as condições da disputa seja publicado nas próximas semanas no Diário Oficial. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já acenou que está preparado para financiar o vencedor do leilão de concessão para a construção da usina. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.