Vale capta US$ 300 milhões; Bradesco consegue ? 200 milhões

Duas grandes empresas anunciaram nesta quinta-feira captações de recursos no mercado externo. A Vale do Rio Doce fechou uma captação de US$ 300 milhões e o Bradesco obteve ? 200 milhões.A mineradora voltou ao mercado externo depois de três meses. Em janeiro, a Vale lançou US$ 500 milhões em bônus com vencimento de 30 anos, o mais longo já alcançado por uma empresa brasileira. Desta vez, realizou um empréstimo sindicalizado (obtido de um grupo de bancos) de sete anos. O custo da operação da Vale será de Libor (taxa interbancária londrina) de 6 meses mais juros de 0,7% ao ano. Já a emissão de dívida subordinada do Bradesco, que havia sido reaberta na segunda-feira, teve cupom de 8% (rendimento em dólar) ao ano. Os papéis têm prazo de dez anos, com vencimento em 15 de abril de 2014.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.