coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Vale confirma participação em leilão da ferrovia Norte-Sul

Leilão de trecho de 720 quilômetros da ferrovia será realizado nesta quarta-feira, na Bovespa

Reuters,

02 de outubro de 2007 | 10h55

A Companhia Vale do Rio Doce confirmou nesta terça-feira, 2, que vai participar do leilão para sub-concessão de exploração comercial de um trecho de 720 quilômetros da ferrovia Norte-Sul.   O leilão será realizado na quarta-feira, a partir das 10h (horário de Brasília), na Bovespa, e o lance mínimo está estipulado em R$ 1,47 bilhão. O vencedor leva a operação do trecho por um período de 30 anos.   A Vale já opera um trecho de 225 quilômetros da ferrovia Norte-Sul, entre Açailândia e Estreito, no Maranhão.   "O projeto permitirá a criação de um novo corredor de carga geral, viabilizando a exportação de grãos, álcool e açúcar produzidos na região centro-norte do Brasil e o desenvolvimento portuário do Maranhão", informou a companhia em comunicado.   "A participação da CVRD no leilão é consistente com a estratégia de seus negócios de logística de carga geral para clientes", acrescentou a empresa.   O projeto da ferrovia Norte-Sul está sendo implantado pela estatal Valec-Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., empresa subordinada ao Ministério dos Transportes e que detém a concessão para a construção.   Ao assumir a ferrovia, a empresa vencedora do leilão também estará encarregada da conservação e de melhoramentos no trecho de 720 quilômetros pelo período estipulado em contrato.

Tudo o que sabemos sobre:
ferrovia Norte-SulVale do Rio Doce

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.