Vale dará férias a mais trabalhadores, diz sindicato

Segundo o Metabase, cerca de 2 mil trabalhadores em Congonhas e Mariana devem entrar em recesso

Raquel Massote, da Agência Estado,

20 de janeiro de 2009 | 13h07

Os Sindicatos dos Trabalhadores da Indústria de Extração de Ferro e Metais Básicos (Metabase) de Mariana e de Congonhas, na região Central de Minas Gerais, informaram nesta terça-feira, 20, que a Vale irá conceder férias coletivas para os trabalhadores da mina de Fábrica, em Congonhas, a partir do dia 16 de fevereiro pelo período de um mês. Nesta mina, conforme o sindicato, atuam 1,7 mil empregados. Uma parte destes funcionários, segundo o Metabase, deverá ser remanejada para as minas de Vargem e do Pico, mas não há confirmação do número de empregados que terão descanso remunerado. A Vale informou, por meio da assessoria de comunicação, que não confirma a concessão de férias coletivas por mina. Veja também:Desemprego, a terceira fase da crise financeira global De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Em Mariana, conforme o Metabase as férias deverão envolver outros 265 funcionários, a partir de 21 de fevereiro, com volta prevista para março. Destes, o sindicato informou que mais 125 trabalhadores da mina do Andrade, arrendada pela Vale e localizada a 80 quilômetros de Itabira também entraram em férias ontem. Desde dezembro do ano passado, em função da retração da demanda por minério e produtos siderúrgicos, a companhia concedeu férias coletivas a 5 mil trabalhadores em todo o mundo, sendo que 80% deste contingente está em Minas Gerais. Na segunda-feira, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, relativo aos dados de dezembro, Minas Gerais foi o segundo maior Estado em número de demissões, atrás apenas de São Paulo, e atingiu um total de 88,06 mil desempregados. A região metropolitana de Belo Horizonte, concentrou a maior parte dos demitidos, com aproximadamente 25% do total, ou 21 mil trabalhadores. Por conta das demissões que vêm sendo realizadas em diversas regiões do Estado, os trabalhadores vinculados ao Metabase Inconfidentes, que atua nas regiões de Congonhas e Ouro Preto pretendem realizar uma manifestação em Congonhas nesta quarta-feira, às 16 horas, reunindo trabalhadores de outros municípios da região como Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, São Brás do Suaçuí, Entre Rios de Minas, além de delegações de Ouro Branco e Ouro Preto.  Desde o ano passado, o Metabase Inconfidentes registrou a homologação de mais de 900 demissões entre trabalhadores da área de mineração na região. Entre estes estão 150 funcionários das minas da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Vale e Gerdau-Açominas.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraEmpregoVale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.