Vale deve investir US$ 850 milhões em 2002

O gerente de relações com investidores da Companhia Vale do Rio Doce, Roberto Castello Branco, disse hoje que a mineradora deverá investir este ano US$ 850 milhões. O valor, porém ainda não foi aprovado pelo conselho de administração da companhia. Ele admitiu que a empresa está negociando com a Aracruz e a Suzano a venda do ativo de papel e celulose Floresta Rio Doce, mas preferiu não adiantar em que estágio está a operação. Sobre a Celmar, ele adiantou que a Vale não encontrou comprador e, por isso, não deve se desfazer do ativo. Segundo o diretor financeiro da mineradora, Gabriel Stoliar, a empresa está atualmente estudando acordos de suprimento de minério de ferro com siderúrgicas brasileiras e até americanas como forma de fortalecer a participação do Brasil no processo de reestruturação do setor nos Estados Unidos. Stoliar lembrou que o mercado americano é muito fechado, mas que a tendência é o País se fixar no segmento de produtos acabados, deixando a produção de lâminas, placas e bobinas para outros países. Stoliar disse também que o Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS) é a esfera adequada para discutir o protecionismo americano nessa área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.