Vale diz que avalia mina de bauxita e refinaria em Gana

A Vale informou nesta terça-feira que os estudos para um possível desenvolvimento de uma mina de bauxita e uma refinaria de alumina em Gana ainda não foram concluídos. A Vale esclareceu ainda que não tem intenção de participar no processo de reabertura de uma smelter de alumínio em Gana, como chegou a ser noticiado. A mineradora, que reduziu suas operações de alumínio devido ao alto custo com energia em meio à crise financeira global, assinou em 2007 um memorando de entendimento com a Valco, estatal produtora de alumínio de Gana, visando desenvolver estudo de pré-viabilidade para um projeto de bauxita e alumina naquele país. "Desde então, a Vale foi convidada, por representantes da Valco, para avaliar o interesse em participar da reabertura do smelter de alumínio já existente no país", afirmou a Vale em um comunicado. "A Vale não tem interesse no processo de reabertura do smelter de alumínio", esclareceu a companhia. Na semana passada, o governo de Gana afirmou que havia autorizado um acordo para a venda de 70 por cento da Valco para a brasileira Vale e a norueguesa Norsk Hydro, que também negou a notícia. (Por Denise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.