finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Vale diz que Ceará Steel vai operar com carvão mineral

O presidente da Companhia Vale do Rio Doce, Roger Agnelli, informou hoje que a mineradora coreana Dongkuk discutirá na próxima terça-feira (dia 20), com a Vale, o projeto de construção, em parceria, da usina de placas de aço no Ceará, a Ceará Steel. Em entrevista no Palácio do Planalto após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Agnelli disse que a usina vai operar com carvão mineral.Pela proposta inicial, o empreendimento usaria gás. Mas diante das circunstâncias, o projeto foi alterado. "Eu vim dizer a ele (presidente) que a nossa expectativa é que a gente chegue a um acordo", disse Agnelli. "Depois de grande debate nestes últimos meses, arrumamos uma solução técnica", acrescentou. A usina está orçada em cerca de US$ 1,5 bilhão. O projeto prevê a produção de dois milhões e meio de toneladas de placas, podendo expandir para cinco milhões de toneladas. A obra da usina deverá estar concluída em 2011 ou 2012.

BRASÍLIA, Agencia Estado

14 de novembro de 2007 | 14h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.