Vale fará oferta pública na Bovespa e na Bolsa de Nova York

Empresa arquiva pedido na Comissão de Valores Mobiliários; oferta deve ter valor de US$ 14 bilhões

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

12 de junho de 2008 | 19h39

A Vale informou nesta quinta-feira, 12, que arquivou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seu pedido de oferta pública de ações. Em nota, a mineradora informou que tem intenção de realizar simultaneamente uma oferta também na Bolsa de Valores de Nova York. O empresa irá solicitar o registro da operação pela Securities & Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos da América. A Vale estima o valor da oferta base em US$ 14 bilhões, sem o exercício da opção de "green shoe" (oferta suplementar) pelos coordenadores da operação. O total das ações ordinárias e preferenciais classe A inicialmente ofertadas será destinado prioritariamente à colocação pública para seus atuais acionistas que desejarem exercer seu direito de preferência. Segundo a empresa, a Valepar, que detém 53,3% das ações ordinárias da Vale, já decidiu que irá exercer seu direito de preferência. Com isso, não haverá mudança na participação da Valepar no capital ordinário da Vale. "A Vale pretende utilizar os recursos líquidos provenientes da oferta para fins corporativos gerais, o que pode incluir o financiamento de seu programa de crescimento orgânico baseado no plano de investimentos de US$ 59 bilhões, aquisições estratégicas e a ampliação da flexibilidade financeira", diz a nota. A realização da oferta está sujeita à aprovação da CVM e às condições prevalecentes no mercado de capitais global. Nos últimos dias, circularam rumores de que a Vale faria captação de recursos no mercado para realizar uma aquisição de grande porte.

Tudo o que sabemos sobre:
ValeBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.