Vale fecha acordo sobre preço do minério com a Arcelor

O diretor executivo de Finanças da Companhia Vale do Rio Doce, Fábio Barbosa, disse nesta terça-feira que a empresa fechou um acordo para reajustar o preço do minério de ferro em 19% com a Arcelor, a principal siderúrgica européia. Barbosa revelou ainda que a Vale continua em negociação com as siderúrgicas chinesas para fechar o preço para o fornecimento do minério.Segundo ele, a companhia não fará diferenciação de reajuste entre as companhias que ainda não tiveram seu preço definido. A Arcelor é a principal cliente da Vale. Ela compra 22 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. Linha de crédito A Vale ainda fechou uma linha de crédito rotativo de US$ 500 milhões com 17 bancos estrangeiros, com prazo de cinco anos. Essa linha é semelhante à já contatada em 2004, de US$ 750 milhões, sendo que desse total, US$ 100 milhões estão vencendo neste ano. Os líderes da operação são o Citibank e o HSBC. Com esse crédito, a Vale passará a ter disponível um total de US$ 1,150 bilhão em linhas de crédito rotativo.Barbosa revelou que o objetivo inicial era fechar uma linha de US$ 350 milhões. Como a demanda chegou a US$ 825 milhões, eles fecharam no patamar de US$ 500 milhões. Segundo ele, a intenção ao obter esse empréstimo foi aumentar a flexibilidade financeira da companhia. "Isto é um reforço adicional para a liquidez."Barbosa explicou que a elevação no rating da companhia obtida na última segunda-feira já teve impacto no custo de captação dessa linha de um ponto-base.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.