Vale inicia produção de pelotas em Omã

A mineradora brasileira Vale iniciou ontem a produção de pelotas em sua primeira unidade no Complexo industrial de Sohar, em Omã. O investimento de US$ 1,356 bilhão, que engloba também um centro de distribuição, servirá como base da companhia para atender a crescente demanda por produtos de minério de ferro no Oriente Médio, norte da África e Índia.

MÔNICA CIARELLI, Agencia Estado

30 de abril de 2011 | 12h14

O complexo industrial da Vale em Sohar possui duas pelotizadoras, cada uma com capacidade para produzir 4,5 milhões de toneladas anuais, e um centro de distribuição, com estrutura para movimentar 40 milhões de toneladas por ano.

Em nota, a companhia informou que fechou em maio de 2010 uma parceria estratégica com o governo de Omã para vender 30% da pelotizadora para a Oman Oil Company. Segundo o presidente da Vale, Roger Agnelli, a decisão de investir teve como pilares a localização estratégica de Omã e os pesados investimentos em infraestrutura que estão sendo feitos na região, que proporcionam vantagens logísticas aos projetos. Além disso, ele cita ainda as instalações eficientes do Porto Industrial de Sohar.

A mineradora informou ainda que contratou a Sohar Industrial Port Company para construir um terminal de águas profundas, que deverá ser concluído em junho deste ano e será operado exclusivamente pela Vale. Três carregadores e um descarregador de navios já foram entregues. Para viabilizar o projeto, a companhia assinou ainda um acordo de longo prazo com a Oman Shipping Company para a construção de quatro navios com capacidade de 400 mil toneladas.

Tudo o que sabemos sobre:
ValepelotasproduçãoOmã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.