Vale nega negociação de preço com estrangeiros

O diretor executivo de Ferrosos da Vale, José Carlos Martins, admitiu hoje que há uma possibilidade de a mineradora fechar este ano sem a definição de um preço para a venda de minério de ferro nos contratos de longo prazo. Segundo ele, a decisão da mineradora brasileira irá depender do resultado das negociações de suas concorrentes, especialmente com as siderúrgicas Asiáticas. Martins negou que a Vale esteja negociando o preços com seus clientes.

IRANI TEREZA, Agencia Estado

23 de maio de 2009 | 13h03

A mineradora, que no primeiro trimestre ofereceu um desconto de 20% nos preços negociados em contrato de longo prazo, tem vendido para a China, um de seus maiores mercados, pelo preço do mercado à vista (spot). "A Vale não está na mesa de negociações, fizemos uma opção e a estamos seguindo", afirmou o executivo, referindo-se à alternativa adotada este ano pela vale, que é a de esperar pelo fechamento de preço de seus concorrentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Valeminério

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.